Pular para o conteúdo
Gisele Ducati
Tem matemática no surf

Na entrevista desta semana, apresentamos a professora Gisele Ducati no CMCC desde 2008. Ducati sempre estudou em escolas públicas e, apesar da formação cheia de lacunas, conseguiu, após um ano de muita dedicação, ingressar na Universidade Estadual de Campinas, uma universidade pública e de qualidade. O curso escolhido foi Matemática e logo percebeu que seguiria a carreira acadêmica. Começou a dar aulas na universidade ainda jovem e, quem diria, dentre as tarefas que desempenha, essa é uma de suas favoritas! Para balancear as horas passadas em seu gabinete ou nas salas de aula, Ducati leva as atividades físicas a sério. Já praticou um pouco de tudo, mas atualmente dedica-se ao surfe e às corridas de rua. Tal prática já rendeu resultados importantes, até o troféu em 1º lugar na classificação geral. 

A professora Gisele Ducati é muito querida pelos alunos,
que possuem um grupo de avaliação e troca de opiniões "bem exigente".
UFABC Next

UFABC Next! é um site feito por alunos para ajudar seus colegas na UFABC. Há diversas dicas sobre o funcionamento da universidade além de avaliações dos professores e disciplinas na UFABC!


Em 2013 nossa querida Gi ganhou o certificado de
"Melhores professores do UFABC Help"
"Mano, Ducati vale por uns mil serio. Ela tem a didática maravilhosa, ótima pra tirar duvidas, atenciosa e brincalhona. Tem sorte se conseguir pegar com ela. A prova é um pouco difícil, mas nada absurdo nao, se você estudar, mas estudar de verdade, vai de boooa. Se for pegar pra levar nas coxas, vai reprovar, mas se pegar para aprender, vai fundo porque é a pessoa certa. Maravilhosa." (2015)
UFABC
Next
"Provavelmente a melhor aula que ja assisti nessa universidade, ela tira qualquer duvida quantas vezes forem necessárias. Mas é aquilo, se pegar com ela vai ter que se dedicar e muito, porque a prova é complicada" (2018)
UFABC
Next
"Eu amei ter aula com a Ducati. Ela foi extremamente solícita, didática e justa (o que não quer dizer mão leve) nas avaliações. Super pegaria outras matérias com ela." (2020)
UFABC
Next

Ei... Se liguem nessas dicas
que a Gi compartilhou com a gente!

Para quem gosta de praticar esportes ao ar livre, o Parque Central é uma boa pedida! A pista de corrida ou caminhada tem 2400 m. Tem também uma ciclovia com a mesma metragem. O parque também é um bom lugar para observar aves. São mais de 100 espécies! 

“Com 40 mil m² de gramado, oito mil m² de canteiros herbáceos e cerca de 10.500 árvores, o Parque Central, localizado na Vila Assunção, é o maior parque urbano de Santo André. Lá, os pais podem fazer caminhadas na pista de cooper ou fazer ginástica nos equipamentos do Parque, enquanto as crianças andam em bicicleta na ciclovia ou brincam no playgrounds”.

Vale lembrar que o Sabina Escola Parque do Conhecimento é ali do lado, acessível pelo próprio Parque Central.

Atualmente há muitas páginas e sites de divulgação científica de qualidade. Um canal excelente no YouTube é o  World Science Festival. onde você pode encontrar vídeos  sobre tópicos relacionados à ciência incluindo física, matemática, biologia, cérebro, robótica, medicina, espaço e a Terra. Um de seus fundadores é Brian Greene: físico, professor da Universidade de Columbia e autor de best-sellers como “O universo elegante”. Neste canal, ele entrevista grandes cientistas e, às vezes, responde dúvidas gerais sobre Física. È possível acompanhar alguns eventos “ao vivo” através de inscrição gratuita no site eventbrite. De qualquer forma, os vídeos ficam disponíveis no canal.

Quem assistiu o vídeo percebeu que a aividade física é fundamental para Gisele Ducati. Já jogou (regularmente) futebol, basquete, vôlei, tênis e squash. Já fez natação e até aulas de circo. Atualmente ela pratica corrida e surfe. Segundo ela, a corrida é um esporte altamente democrático, de fácil acesso, possível de praticar quase em qualquer lugar. Basta superar a preguiça inicial e logo você vai perceber que a corrida virou uma mania. Em seu caso, uma mania que a acompanha há mais de 20 anos. 

Já o surfe é prática mais recente. E, acredite, você pode começar quando quiser! Há escolas de surfe em vários lugares do litoral paulista e algumas são gratuitas. Em Itanhaém, há ações da prefeitura para moradores da cidade mas você também pode procurar aulas particulares. Em Santos, uma das mais famosas do litoral, é a Escola de Surfe e Competição Picuruta Salazar. Há uma parceria com a prefeitura e as aulas são gratuitas. No instagram @picuruta_salazar. Em Peruíbe, no Guaraú, a ONG Vida e Surf (@ongvidaesurf), dentre tantas coisas legais como ajudar a comunidade local, oferece aulas de surf. Outra ONG que faz um trabalho maravilhoso transformando lixo em surfe é a Desengarrafando Mentes (@desengarrafandomentes), em Maresia. Vale a pena fazer algumas aulas. Além do surfe em si, há dicas maravilhosas de como se portar no mar, ter cuidado com os banhistas etc. Mas, nada como a prática!

A dedicação ao esporte, vai além do condicionamento físico oferecendo reflexos na rotina, como uma convivência mais sadia no trabalho e com a família 😉

Mais algumas indicações

Podcasts

Podcast de política da revista piauí. Os jornalistas Fernando de Barros e Silva, José Roberto de Toledo e Thais Bilenky discutem o que aconteceu de mais importante na semana. Publicado às sextas-feiras, às 11h. Produção: Rádio Novelo.


O Ciência Suja traz histórias de fraudes científicas que geraram grandes prejuízos para a sociedade e mostra como a própria ciência resolveu



Um podcast sobre o fim...
Envelhecimento, cuidados paliativos, morte, luto.
A gente sabe que falar sobre alguns desses temas dói, mas pode machucar ainda mais se a gente não estiver preparado pra lidar.
Apresentado por Juliana Dantas e Renan Sukevicius.

Leitura

Sobre Ciência há muitos títulos interessantes. Agora lê "Fundamentals: Ten keys to Reality" de Frank Wilczek, prêmio Nobel entrevistado por Brian Greene ( dica de conteúdo).

Fã de Richard Dawkins, biólogo evolucionista, professor da universidade de Oxford. Divulgador científico e crítico ferrenho do criacionismo. Dentro seus livros, o preferido da Ducati é  "Deus, um delírio".

Ultimamente, tem lido livros que de uma forma ou de outra, abordam a temática do racismo. O último foi uma teses que virou livro, "Entre o encardido, o branco e o branquíssimo: branquitude, hierarquia e poder na cidade de São Paulo.", de Lia Vainer Schucman.

Recomenda "Casta: as origens de nosso mal estar.", de Isabel Wilkerson.

Recomenda "O avesso da pele", de Jeferson Tenório.